Glossário

Este Glossário está a ser actualizado e foi compilado a partir de numerosas fontes incluindo o site OpenStreetMap Wiki e um guia escrito por Will Skora. Sinta-se à vontade para nos ajudar a actualizá-lo revendo CONTRIBUTING.md para saber como contribuir para o site. Revisto em 2015-07-18

Para pesquisar facilmente este Glossário, utilize a funcionalidade de pesquisa do seu navegador (browser), carregando na tecla de Control e ao mesmo tempo pressionar a tecla f (Ctrl+f).

3W : Quem (Who), o Quê (What), Onde (When); Quem faz o Quê, Onde?

AAR : After Action Review - Depois da acção, revisão; Uma actividade de grupo para avaliar um exercício ou actividade para aprender e melhorar.

Activation (termo HOT) - Activação: Por vezes referida como resposta a uma emergência, crise ou desastre e geralmente caracterizada por um evento específico e/ou impacto humanitário antecipado com um tempo de resposta mais curto, associado com as fases de resposta e recuperação do ciclo do desastre, do que um Projecto Humanitário a longo termo.

Activator(s) : voluntários HOT volunteers que terminaram o treino e são aprovados por um “activator” existente para desempenhar funções no decurso de eventos.

AOI : Area of Interest ; Área de interesse, definida por coordenadores deactivação por consulta com parceiros humanitários, equipas de campod e comunidade HOT na sequência de um desastre.

Changeset: Um grupo de modificações que você fez a dados OSM. Uma vez carregados para o OSM, as suas edições ficam instantaneamente disponíveis para outros descarregarem. Podem levar uns minutos ou várias horas a aparecer no mapa.

COD : Common Operational Database ; Inclui os dados geográficos de múltiplas activações humanitárias. Estes são principalmente: rede de transportes (estradas, pontes/vaus, portos, etc.), locais povoados (assentamentos), limites administrativos, hidrologia (rios e outros corpos de água) e hipsografia (elevações, curvas de nível). POdem incluir edifícios como fonte indireta de estatísticas populacionais. Utilizado pelo Gabinete das Nações Unidas para a coordenação dosAssuntos Humanitários.

DHN : Digital Humanitarian Network ; organização que alavanca redes digitais para resposta humanitária.

Extract : OSM Data Overview Um pedaço grande de dados OSM de uma área específica (como um estado, país, ou área geográfica).

Field Papers: é uma ferramenta baseada na web para criar facilmente um mapa imprimível, para qualquer sítio no mundo, o qual pode ser impresso e anotado. Ver http://fieldpapers.org/ para mais detalhes.

FOD : Fundamental Operational Database ; dados específicos da ativação i.e. instalações de saúde, escolas, instalações de água, limites de inundações, estragos de edifícios, etc.

GDACS : Global Disaster Alert and Coordination System ; GDACS é uma estrutura de cooperação sob o chapéu das Nações Unidas. Inclui sistemas mundiais de gestão de desastres e procura preencher a necessidade de informação e coordenação na primeira fase depois de grandes catástrofes. GDACS providencia acesso em tempo real aos sistemas de informação de catástrofes naseados na web e ferramentas de coordenação relacionadas.

iD editor - Editor OpenStreetMap baseado na web, fácil para iniciantes, criado pela Mapbox.

IDP : Internally Displaced Person ; (pessoa deslocada internamente) é uma pessoa queé forçada a fugir de sua casa, continuando a estar dentro das fronteiras do seu país.

JOSM pronunciado comose lê em português, é um editor OpenStreetMap programado em Java.

Layer: uma fonte de dados que é mostrada num “slippy map” (normalmente pensado como um grupo de ladrilhos colados entre si).

NGO : Non Govermental Organisation / Agency ; (Organização Não Governamental) grupo de cidadãos primariamente sem fins lucrativos, que estão organizados a um nível local, nacional, ou internacional.

Node: Um nó (node) é um dos elementos fundamentais no modelo de dados do OpenStreetMap. Consiste num ponto único no espaço defenido pela sua latitude, longitude e id de nó. Os nós podem ser utilizados para definir uma entidade pontual independente, mas são utilizadas mais vezes para definir a forma ou “caminho” de uma via.

OCHA : United Nations Office for the Coordination of Humanitarian Affairs ; OCHA é a parte do secretariado das Nações Unidas responsável por juntar atores humanitários para assegurar uma resposta coerente a emergências. O OCHA também assegura que existe uma estrutura dentro da qual cada ator pode contribuir para o esforço geral de resposta.

POC : Point of Contact ; pessoa(s) com quem interagimos para inquéritos, dúvidas, coordenação, etc.

Relation: um dos elementos fundamentais dos dados que consiste numa etiqueta ou mais e também numa lista de um ou mais nós (nodes), caminhos (ways) e/ou relações (relations) como membros que são usados para definir relações geográficas ou lógicas entre outros elementos. Para exemplos vá à página wiki Types of Relations.

Render : para converter de dados para uma imagem. Dados renderizados são um mapa.

SBTF : Stand-By Task-Force ; uma organização que coordena os voluntários digitais numa rede responsiva, treinada e preparada, pronta a ativar em crises.

Slippy Map : O que vê quando está na página http://www.openstreetmap.org ! Consiste numa layer e numa biblioteca de software que controla características interativas como “zoom” e “pan”.

Stylesheet : Na maioria dos casos, consiste num ficheiro de texto que é usado para determinar que elementos (que estradas?) são mostrados, e como (de que cor deverá ser a estrada? A sua largura?) num mapa.

Tag: As etiquetas (Tags) descrevem um ponto, linha ou polígono. Cada etiqueta contém uma chave (key) e valor (value) (escrito no OSM como ‘key=value’). Por exemplo, highway=residential e name=Woodland Avenue. Inicialmente mencionado no Learnosm em iD section . Um ponto, linha ou polígono normalmente têm mais de uma etiqueta. Por vezes escolher a etiqueta certa pode ser confuso. Taginfo ajuda mostrando estatísticas acerca de quais etiquetas existem na base de dados, onde estão a ser usadas, quantas pessoas as usam, entre outros. Também vais buscar informação sobre as etiquetas a partir do wiki e de outros locais.

TIGER : Uma fonte de dados do “US Census Bureau” que foi importado para o OSM em 2007. Esta é a fonte para a maior parte dos dados dos EUA no OSM.

Tile : uma pequena imagem (256x256 píxeis ) de dados de mapa renderizados.

[Way] (caminho) (http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Way): uma lista ordenada de nós que normalmente também têm uma etiqueta (tag) ou está incluída numa Relação. Um caminho pode ter entre 2 e 2.000 nós, embora seja possível que existam caminhos “danificados” com zero ou só um nó. Um caminho (way) pode ser aberto ou fechado.

  • Um caminho fechado (closed way) closedwayimage é uma entidade em que o último nó no caminho é também o primeiro nó. Um caminho fechado pode ser interpretado como uma polilinha fechada, uma área, ou ambos.

  • Um caminho aberto (open way) openwayimage é um caminho que descreve um elemento linear que não partilha um primeiro e último nó. Muitas estradas, linhas de água e linhas de comboio são caminhos abertos (open way)

Nota sobre os Termos de Edição do OSM:

Muitos termos para descrever elementos no OSM são utilizados em dialetos de Inglês Britânico e escritos como tal. Por exemplo “neighbourhood”.

Motorway: termo em Inglês Britânico para a autoestrada mais importante, também referida como “freeway”.

Pitch : utilizado para descrever um campo de jogos. Inclui campo de ténis, campo de basquetebol, diamante de basebol, ou campo de futebol.

 Return to top of page

CC0
Official HOT OSM learning materials