Glossário

Este Glossário está a ser actualizado e foi compilado a partir de numerosas fontes incluindo o site OpenStreetMap Wiki e um guia escrito por Will Skora. Sinta-se à vontade para nos ajudar a actualizá-lo revendo CONTRIBUTING.md para saber como contribuir para o site. Reviewed 2015-07-18

Para pesquisar facilmente este Glossário, utilize a funcionalidade de pesquisa do seu navegador (browser), carregando na tecla de Control e ao mesmo tempo pressionar a tecla f (Ctrl+f).

3W : Quem (Who), o Quê (What), Onde (When); Quem faz o Quê, Onde?

AAR : After Action Review - Depois da acção, revisão; Uma actividade de grupo para avaliar um exercício ou actividade para aprender e melhorar.

Activation (termo HOT) - Activação: Por vezes referida como resposta a uma emergência, crise ou desastre e geralmente caracterizada por um evento específico e/ou impacto humanitário antecipado com um tempo de resposta mais curto, associado com as fases de resposta e recuperação do ciclo do desastre, do que um Projecto Humanitário a longo termo.

Activator(s) : voluntários HOT volunteers que terminaram o treino e são aprovados por um “activator” existente para desempenhar funções no decurso de eventos.

AOI : Area of Interest ; Área de interesse, definida por coordenadores deactivação por consulta com parceiros humanitários, equipas de campod e comunidade HOT na sequência de um desastre.

Changeset: Um grupo de modificações que você fez a dados OSM. Uma vez carregados para o OSM, as suas edições ficam instantaneamente disponíveis para outros descarregarem. Podem levar uns minutos ou várias horas a aparecer no mapa.

COD : Common Operational Database ; Inclui os dados geográficos de múltiplas activações humanitárias. Estes são principalmente: rede de transportes (estradas, pontes/vaus, portos, etc.), locais povoados (assentamentos), limites administrativos, hidrologia (rios e outros corpos de água) e hipsografia (elevações, curvas de nível). POdem incluir edifícios como fonte indireta de estatísticas populacionais. Utilizado pelo Gabinete das Nações Unidas para a coordenação dosAssuntos Humanitários.

DHN : Digital Humanitarian Network ; organização que alavanca redes digitais para resposta humanitária.

Extract : OSM Data Overview Um pedaço grande de dados OSM de uma área específica (como um estado, país, ou área geográfica).

Field Papers: é uma ferramenta baseada na web para criar facilmente um mapa imprimível, para qualquer sítio no mundo, o qual pode ser impresso e anotado. Ver http://fieldpapers.org/ para mais detalhes.

FOD : Fundamental Operational Database ; dados específicos da ativação i.e. instalações de saúde, escolas, instalações de água, limites de inundações, estragos de edifícios, etc.

GDACS : Global Disaster Alert and Coordination System ; GDACS é uma estrutura de cooperação sob o chapéu das Nações Unidas. Inclui sistemas mundiais de gestão de desastres e procura preencher a necessidade de informação e coordenação na primeira fase depois de grandes catástrofes. GDACS providencia acesso em tempo real aos sistemas de informação de catástrofes naseados na web e ferramentas de coordenação relacionadas.

iD editor - Editor OpenStreetMap baseado na web, fácil para iniciantes, criado pela Mapbox.

IDP : Internally Displaced Person ; (pessoa deslocada internamente) é uma pessoa queé forçada a fugir de sua casa, continuando a estar dentro das fronteiras do seu país.

JOSM pronunciado comose lê em português, é um editor OpenStreetMap programado em Java.

Layer: uma fonte de dados que é mostrada num “slippy map” (normalmente pensado como um grupo de ladrilhos colados entre si).

NGO : Non Govermental Organisation / Agency ; (Organização Não Governamental) grupo de cidadãos primariamente sem fins lucrativos, que estão organizados a um nível local, nacional, ou internacional.

Node: Um nó (node) é um dos elementos fundamentais no modelo de dados do OpenStreetMap. Consiste num ponto único no espaço defenido pela sua latitude, longitude e id de nó. Os nós podem ser utilizados para definir uma entidade pontual independente, mas são utilizadas mais vezes para definir a forma ou “caminho” de uma via.

OCHA : United Nations Office for the Coordination of Humanitarian Affairs ; OCHA é a parte do secretariado das Nações Unidas responsável por juntar atores humanitários para assegurar uma resposta coerente a emergências. O OCHA também assegura que existe uma estrutura dentro da qual cada ator pode contribuir para o esforço geral de resposta.

POC : Point of Contact ; pessoa(s) com quem interagimos para inquéritos, dúvidas, coordenação, etc.

Relation: um dos elementos fundamentais dos dados que consiste numa etiqueta ou mais e também numa lista de um ou mais nós (nodes), caminhos (ways) e/ou relações (relations) como membros que são usados para definir relações geográficas ou lógicas entre outros elementos. Para exemplos vá à página wiki Types of Relations.

Render : para converter de dados para uma imagem. Dados renderizados são um mapa.

SBTF : Stand-By Task-Force ; uma organização que coordena os voluntários digitais numa rede responsiva, treinada e preparada, pronta a ativar em crises.

Slippy Map : O que vê quando está na página http://www.openstreetmap.org ! Consiste numa layer e numa biblioteca de software que controla características interativas como “zoom” e “pan”.

Stylesheet : Na maioria dos casos, consiste num ficheiro de texto que é usado para determinar que elementos (que estradas?) são mostrados, e como (de que cor deverá ser a estrada? A sua largura?) num mapa.

Tag: As etiquetas (Tags) descrevem um ponto, linha ou polígono. Cada etiqueta contém uma chave (key) e valor (value) (escrito no OSM como ‘key=value’). Por exemplo, highway=residential e name=Woodland Avenue. Inicialmente mencionado no Learnosm em iD section . Um ponto, linha ou polígono normalmente têm mais de uma etiqueta. Por vezes escolher a etiqueta certa pode ser confuso. Taginfo ajuda mostrando estatísticas acerca de quais etiquetas existem na base de dados, onde estão a ser usadas, quantas pessoas as usam, entre outros. Também vais buscar informação sobre as etiquetas a partir do wiki e de outros locais.

TIGER : Uma fonte de dados do “US Census Bureau” que foi importado para o OSM em 2007. Esta é a fonte para a maior parte dos dados dos EUA no OSM.

Tile : uma pequena imagem (256x256 píxeis ) de dados de mapa renderizados.

[Way] (caminho) (http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Way): uma lista ordenada de nós que normalmente também têm uma etiqueta (tag) ou está incluída numa Relação. Um caminho pode ter entre 2 e 2.000 nós, embora seja possível que existam caminhos “danificados” com zero ou só um nó. Um caminho (way) pode ser aberto ou fechado.

  • Um caminho fechado (closed way) closedwayimage é uma entidade em que o último nó no caminho é também o primeiro nó. Um caminho fechado pode ser interpretado como uma polilinha fechada, uma área, ou ambos.

  • Um caminho aberto (open way) openwayimage é um caminho que descreve um elemento linear que não partilha um primeiro e último nó. Muitas estradas, linhas de água e linhas de comboio são caminhos abertos (open way)

Nota sobre os Termos de Edição do OSM:

Muitos termos para descrever elementos no OSM são utilizados em dialetos de Inglês Britânico e escritos como tal. Por exemplo “neighbourhood”.

Motorway: termo em Inglês Britânico para a autoestrada mais importante, também referida como “freeway”.

Pitch : utilizado para descrever um campo de jogos. Inclui campo de ténis, campo de basquetebol, diamante de basebol, ou campo de futebol.

CC0
Official HOT OSM learning materials